Paradigma,
psicologia dos medos,
barreira das conquistas,
escuridão nos caminhos,
ovelha negra,
e ainda mil outras definições,
ou outras mil formas de camuflar as mudanças.
E ainda sim seriam as tais mudanças.

Tempo de mudar

Tempo de mudar

O velho verbo mudar,
é reflexo de um possível crescimento,
saída emergencial da inércia,
necessidade de um novo passo,
momento de rever,
reaver,
pensar e repensar,
lutar um pouco mais,
ter um pouco mais de fé,
e redobrar a coragem.
Simplesmente aquele desconforto irritante,
ou aquela pergunta sem resposta,
ou ainda o caminho da dúvida,
mas sempre o necessário e inconfundível ato de mudar.

Olhar além

Olhar além

Momento certo de olhar no horizonte,
ver além das ondas,
além da fina linha que escreve o limite entre o céu e o mar.
Momento de se doar um pouco mais.
momento único,
exclusivo,
e que acima de tudo depende de você.
Mesmo que recheado de interferências,
de sortes,
de pessoas,
de atalhos,
até mesmo que cheio de dores,
alegrias,
quedas e levantes,
este sempre será o momento de trocar o movimento da vida.

Mudanças

Mudanças

Momento de mudar a direção,
ser sensível o suficiente para assumir erros,
refletir sobre acertos,
pedir perdão, ou perdoar,
sonhar um pouco mais alto,
fechar os ouvidos para muitos,
abrir os olhos para outros muitos,
mas também ouvir outros,
desabafar com alguns,
sentir cada instante,
refletir sobre cada ação e reação,
ser minucioso, ou espontâneo,
ser cauteloso ou intuitivo,
ser e agir através das reais emoções que circulam seu peito,
abraçar a sinceridade do que te faz transbordar em felicidade,
vestir a roupa da vontade de viver esta nova música.

Sai da inércia

Sai da inércia

Mude hoje,
mude amanhã,
mude no ano que vem,
mude no seu momento,
no seu tempo,
nesta ou outra vida,
com certezas ou incertezas,
mas mude,
não perca as suas chances,
não perca essas lições,
não perca esta chance de evolução.

E te peço,
não desista nunca!
Porque se as aparências enganam
a mudança é invisível e pode lhe enganar muito mais
e pode ser muito mais difícil do qualquer outra dor.
Ou seja, antes de qualquer passo,
qualquer ato em prol deste novo caminho,
aceite primeiramente a mudança dentro de você.
E esteja certo,
que quando esta emoção, sensação,
quando este sentimento estiver resolvido dentro do peito,
em frente aos olhos,
você estará pronto para enfrentar e traçar o seu momento de “mudar”.

Mude

Mude

Por isso,
se preciso for,
grite,
chore,
respire mil e uma vezes antes de falar ou silenciar,
estenda a mão em procura de ajuda,
ajude,
saia correndo, volte correndo,
cante,
deixe uma música falar por ti,
leia, aprenda,
pergunte,
e pergunte novamente,
se inspire,
se torne inspiração,
faça o que for preciso,
sempre com respeito,
com força,
com fé em você e naquela energia que te move,
mas não desista.

Mudar,
pode significar muitas e muitas lágrimas,
muitas e muitas dores,
mas em algum momento,
antes ou depois do que se espera,
ela se tornará muitos sorrisos,
e talvez na maior das suas alegrias.
Porque antes de vencer uma mudança,
você venceu, com certeza,
alguns dos seus medos,
algumas das suas angústias,
e passou a acreditar um pouco mais em si!

As suas mudanças

As suas mudanças

Então,
quando estiver em um momento só seu,
pense, reflita
e se aproxime desta ou daquela chance,
daquela possibilidade de mudança,
que seu peito grita,
que sua razão lhe rasga por dentro,
e acredite:
você pode fazer essa mudança acontecer.

By: Jeff Wendell

Anúncios