You are currently browsing the monthly archive for março 2013.

Às vezes amarga,
outras vezes,
sincera,
comovente,
e recheada de lágrimas,
ou sorrisos. 

Saudade

Saudade

  São lembranças,
alternadas pelo tempo,
por nossas histórias,
revitalizadas por nossas conversas ao telefone,
ou por e-mails melancólicos,
ou ainda aqueles cheios de novidades.

 

Esta, com certeza, é uma palavra perplexa,
extasiada,
solúvel,
inerente a tudo que nos cerca,
e muitas vezes complicada,
por não sabermos lidar com ela.

 

Saudade do cheiro da chuva

Saudade do cheiro da chuva

Saudade,
é um som único,
uma exclamação não existente em todos os idiomas,
mas completamente presente em todo espaço,
em todos os lares,
em todos os seres,
em todos aqueles que se amam,
e amam ao próximo.

Sem explicações,
ela se tornou a reunião mais perfeita,
mais simples e evasiva,
de nossas fotos,
nossas cartas,
nossas despedidas,
nossos reencontros,
de nossas ligações de horas,
de abraços,
de estrelas e constelações a lembrarmos um do outro,
de nossa convivência. 

Saudades do que trazia as cores

Saudades do que trazia as cores

Não adianta querermos inventar soluções,
revirar montanhas,
atravessar rios e mares,
invadir terras e construir cidades,
a nossa volta,
sempre existirá,
um toque que sentiremos falta,
um beijo que nossa boca não sente mais,
um corpo que o nosso não está mais ao lado,
palavras que ficaram para trás,
distâncias que nos levam,
pessoas,
amizades,
irmãos,
sonhos. 

Saudade de você

Saudade de você

Sempre existirá,

Continue lendo »

Anúncios